Dia de S. Francisco de Assis

Patrono dos Lobitos | 4 de outubro

Oração da paz – Oração de S. Francisco de Assis
Senhor, fazei de mim um instrumento de vossa paz;
Onde houver ódio, que eu leve o amor;
Onde houver discórdia, que eu leve a união;
Onde houver dúvidas, que eu leve a fé;
Onde houver erros, que eu leve a verdade;
Onde houver ofensa, que eu leve o perdão;
Onde houver desespero, que eu leve a esperança;
Onde houver tristeza, que eu leve a alegria;
Onde houver trevas, que eu leve a luz.
Ó Mestre, fazei com que eu procure mais consolar,
que ser consolado;
Compreender, que ser compreendido;
Amar, que ser amado;
Pois é dando que se recebe;
É perdoando, que se é perdoado;
E é morrendo que se vive para a vida eterna

A nossa Alcateia – Alcateia 43

Abertura do ano escutista

No passado dia 1 de outubro tivemos a nossa abertura do ano escutista.
Foi um dia cheio de alegrias, onde recordámos muitos dos momentos vividos no ano anterior, demos as boas vindas a novos elementos e também pudemos abraçar velhos amigos do nosso agrupamento.

Alcateia

Expedição

Comunidade

Clã

Este dia terminou com a celebração da eucaristia, onde se realizou a passagem de dois caminheiros para as equipas de animação, António Covas e Diogo Oliveira.
Este não podia ter sido um dia mais feliz já que pudemos presenciar várias distinções e louvores atribuídos a alguns dos nossos dirigentes.

A dirigente Maria Pedroso recebe o Prémio Perseverança, onde se destacam todos os animadores que desde lobitos permanecem no nosso agrupamento.
O dirigente Francisco Nascimento (Kiko) recebe um Louvor de Agrupamento, por toda a sua dedicação entrega ao longo dos últimos anos.
E contámos ainda com a entrega da Cruz de São Jorge ao dirigente Isaac Silveira, em reconhecimento do seu trabalho e empenho no Escutismo.

Este foi um dia repleto de emoções, em que nos orgulhámos muito do agrupamento que, todos juntos, temos vindo a construir.

Conselho de Agrupamento

O nosso conselho de agrupamento do 75 Estoril realizou-se nos dias 23 e 24 de setembro, com a presença de um bom grupo de animadores e alguns elementos do clã.

Foi um momento de reflexão, partilha e criatividade, onde fizemos a planificação do triénio sobre o lema: “Sê o que deves ser”.

Queremos viver este lema em todas as nossas atividades, desafios e projetos, seguindo o exemplo de São João Bosco, o nosso patrono.

Estamos muito entusiasmados com estes novos desafios que nos são colocados e sem dúvida que contamos com o apoio dos animadores, escuteiros e pais.

Dessa união podemos formar cada vez mais e melhores pessoas, para estas se colocam ao serviço da sociedade.

03

75 na Jornada Mundial da Juventude

O 75-Estoril também se fez presente na Jornada Mundial da Juventude!

Lobitos, Exploradores, Pioneiros, Caminheiros, Animadores, Pais…muitos foram participando de uma ou de outra forma, para fazer desta a melhor JMJ de sempre.

O nosso grupo de peregrinos viveu com intensidade os dias em Lisboa: cantou e gritou até faltar a voz, recebeu o Papa bem de perto, experienciou um sem número de iniciativas culturais a decorrer em Lisboa e descobriu com alegria que não estamos sozinhos e que há caminho para esta Igreja dos jovens!

Como não podia deixar de ser, estivemos também ao serviço e assumimos com alegria a responsabilidade pelo acolhimento dos 1 300 peregrinos que se alojaram na nossa casa Salesiana do Estoril, colaborando também em casa no dia do Movimento Juvenil Salesiano que desta feita juntou cerca de 10 000 pessoas. E que sucesso que foi!

Levamos para o futuro uma Igreja que tem de ser de todos, todos, todos e a certeza de que somos atores principais na tarefa de levar este Cristo ao mundo.

Site das JMJ – Aqui

JMJ Lisboa 2023 – Vídeos

JMJ Lisboa 2023 – Fotografias

Clã 42 – Stª Eufémia – Acampamento Verão

Nos dias 22 a 24 de julho, o Clã 42 – Sta. Eufémia do Agrupamento 75 Estoril acampou na pitoresca Barragem de Montargil para um marcante acampamento que envolveu diversas atividades ao ar livre, como construções e cozinha em campo bem como uma nobre missão de limpeza costeira.
Este evento demonstrou o espírito de entrega e compromisso com a conservação ambiental que caracterizam o movimento escutista e compromisso do nosso Agrupamento.

O cenário espetacular da Barragem de Montargil proporcionou ao clã o local perfeito para este Acampamento de final de ano Escutista.

As águas serenas da barragem e a exuberante vegetação circundante ofereceram o anfiteatro ideal para uma série de atividades ao ar livre, onde o concurso de culinária reforçou a importância de utilizar os recursos naturais de forma sustentável.

Equipados com luvas e sacos de lixo, os caminheiros do 75 Estoril recolheram 18 Kgs de resíduos abandonados ao longo das margens da albufeira, contribuindo assim para a limpeza e preservação deste belo espaço natural.

Este Acampamento proporcionou ainda a despedida de atividades de Clã dos Caminheiros António Covas e Diogo Oliveira que vão fazer a sua partida em Direção à equipa de Animadores do Agrupamento!

Segundo o lema “SERVIR” foi assim que foi vivenciado este Acampamento de Verão do Clã 42 – Sta. Eufémia

Caçada de Assis

De dia 8 a 15 de julho a Alcateia esteve na Caçada de Assis, esta caçada foi inesquecível porque os lobitos viveram momentos intensos, magníficos e que vão ficar presentes na memória deles todos.

A caçada levou os lobitos a Greccio, Gubbio e ao Eremitério, cheios de paisagens incríveis e memoráveis.
Tivemos dias cansativos mas também bastante recompensadores e com um ambiente e felicidade imensos.

06

A celebração da vida de São Francisco de Assis na sua cidade foi vivida de forma exemplar, com um espírito aventureiro e sempre com vontade de aprender.

De certeza que os nossos lobitos saíram de Assis mais enriquecidos e mais felizes!

Noite de Fados – Clã 42 Sta. Eufémia

Noite de Fados do Clã 42 Sta. Eufémia encanta Mata da Escola Salesianos

02

A Mata dos Salesianos do Estoril transformou-se num cenário mágico no passado dia 24 de junho, graças à organização do Clã 42 – Sta. Eufémia, que ofereceu uma noite memorável de fados a escuteiros e amigos do 75 Estoril. 
Amantes da música tradicional portuguesa e curiosos locais preencheram um espaço muito peculiar para uma noite de boa música, ambiente acolhedor e momentos que deixaram todos os que viveram esta noite de Fados ansiosos por uma repetição.

O evento teve início ao entardecer, com mesas e bancos muito rústicos dispostos entre as árvores, iluminadas por uma luz suave, criando um ambiente acolhedor que se encaixava perfeitamente com o espírito do Fado.
O Clã 42, convidou um grupo de talentosos artistas locais, que subiram ao palco com guitarras portuguesas e vozes melancólicas, fazendo ecoar os tradicionais fados que evocam a alma portuguesa.

Os artistas convidados impressionaram a plateia com interpretações apaixonadas de fados clássicos e alguns contemporâneos, arrancando aplausos sentidos da audiência.
Entre as atuações, os presentes saborearam petiscos tradicionais preparados pelos Caminheiros, reforçando o ambiente festivo e caloroso da noite.

Esta noite de fados foi a concretização de um desafio, demonstrando a capacidade e dinâmica do Clã 42.

A Mata da Escola Salesianos ofereceu e permite um cenário perfeito para compartilhar nossa paixão pela música portuguesa e, dada a resposta positiva da audiência, acreditamos que podemos fazer deste evento uma tradição anual.

Para o ano há mais…

Arraial de Cascais – Clã 42

O Arraial da Câmara Municipal de Cascais, que decorreu entre os dias 9 e 13 de junho no Hipódromo Manuel Possolo, foi um evento inesquecível.
Durante esses dias, o Clã 42, juntamente com outras associações do município trabalharam incansavelmente para proporcionar uma experiência única aos visitantes.

01

Desde o amanhecer até ao anoitecer, o nosso Clã esteve lá presente sempre com um sorriso na cara realizando as diferentes tarefas propostas pela comissão organizadora do Arraial.

Estas tarefas envolviam trabalhos na preparação da comida (picar alhos, cortar cebolas, lavar pimentos e entre outros), mas também trabalhos na confeção de comida, como a grelha das carnes e das famosas sardinhas que são sempre um sucesso nos arraiais portugueses.
E claro, no fornecimento de bebidas.

03

O aroma da comida a grelhar e da boa música enchiam o ar, atraindo visitantes de todas as partes durante estes dias.

Mas o nosso trabalho não se limitou apenas à preparação e confeção da comida.
Também nos encarregámos de servir os clientes, garantindo que todos recebiam os seus pedidos de forma rápida e eficiente.

06

Além disso, fizemos questão de manter o local sempre limpo e organizado.
As mesas eram limpas regularmente para garantir um ambiente agradável para os nossos clientes.
Afinal, sabemos que um bom Arraial não depende apenas da comida, mas também do bom ambiente.

No final do dia, o nosso objetivo era garantir que todos os visitantes do Arraial tivessem uma experiência memorável.

Há 55 anos a servir a nossa Juventude!! – (1969 – 2024)